Qualidade do ar interior

Os ensaios de qualidade do ar interior estão previsto na Portaria n.º 353-A/2013, de 4 de dezembro. Surgem no âmbito da certificação energética e da qualidade do ar interior, sendo que esta última passou a voluntária com a publicação do novo SCE (Sistema Nacional de Certificação Energética de Edifícios).

Os parâmetros a caraterizar são os seguintes: Partículas Suspensas no Ar (PM10 e PM2,5), Dióxido de Carbono (CO2), Monóxido de Carbono (CO), Formaldeído (CH2O), Compostos Orgânicos Voláteis Totais (COVs totais), bactérias, fungos, Legionella e Rádon.